“Precisamos olhar as pessoas e suas histórias de vida com muito mais atenção, cuidado e humanidade”; ouça comentário de Cristian Oliveira da Conceição

Em seu comentário o professor e ex-diretor geral do IFSul de Venâncio Aires, Cristian Oliveira da Conceição, basei sua fala a partir de dois fenômenos psicológicos, o da pareidolia e o efeito halo. Por conta disso, ele diz que é preciso “olhar as pessoas e suas histórias de vida com muito mais atenção, responsabilidade, cuidado e humanidade”. Ele acrescenta que o mundo atual, em que as fake news, alias as informações rápidas e rasas, a metáfora ‘julgar um livro pela capa’ nunca foi tão perigosa.

A Pareidolia é um fenômeno psicológico em que as pessoas reconhecem padrões ou fazem conexões de dados aleatórios com imagens ou objetos. A palavra tem suas raízes no grego. “Para” significa “junto de”, ou “ao lado de”; “eidolon”, que ajuda a completá-la, é sinônimo de imagem, figura ou forma. Enxergar expressão de susto na tomada, formas de bichos nas nuvens e até imagem de Jesus em manchas na madeira são associados ao efeito chamado pareidolia, ou seja, quando o cérebro insiste em transformar uma forma em algo reconhecível.

O efeito halo é a possibilidade de que a avaliação de um item possa interferir no julgamento sobre outros fatores, contaminando o resultado geral. Este é considerado o erro de avaliação mais sério e mais difundido em todo o mundo. O efeito de halo é um termo criado pelo psicólogo americano chamado Edward Thorndike, que afirmava que o cérebro humano julga, analisa e tira conclusões de uma pessoa a partir de uma única característica, e formula um estereótipo global do indivíduo com este único fator — como aparência, vestimenta, postura, fala etc.

Cristian Oliveira da Conceição possui graduação em Ciências Biológicas e mestrado em Oceanografia Física, Química e Geológica. Ele fala quinzenalmente no Folha 105, programa que vai ao de segunda a sexta-feira, das 18h às 19h.

Ouça o comentário na íntegra:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Podcasts