Guarani consegue efeito suspensivo, mas terá que jogar fora de casa contra o Inter-SM

O Guarani conseguiu o efeito suspensivo que foi impetrado pela defesa do Guarani com relação a ação discriminatória que teria ocorrido no jogo contra o São Paulo de Rio Grande. Apesar disso, o clube terá que jogar longe de Venâncio Aires no sábado, quando enfrenta o Inter-SM pela abertura do returno da Divisão de Acesso. Os dois jogos de perda de mando de campo não tiveram a concessão de efeito suspensivo, pois a Lei Pelé, artigo 53, parágrafo 4º, ela diz que o efeito suspensivo será processado somente quando a punição for maior a dois jogos. Como a punição ao Guarani foi de dois jogos, o clube terá que cumprir pelo menos um dos jogos, até que um novo julgamento seja realizado. Quanto à multa de R$ 10 mil reais, ela está suspensa até novo julgamento.

Nesta terça-feira à tarde, dia 10, o Guarani conseguiu a identificação do torcedor envolvido no caso. O mesmo prestou depoimento na Delegacia de Polícia de Venâncio Aires e negou que tenha cometido injúria racial contra o atleta do São Paulo de Rio Grande. Esse depoimento será importante na defesa do clube no novo julgamento.

Com a decisão da noite de ontem, o Guarani jogará contra o Inter-SM no Estádio das Castanheiras, em Farroupilha. Isso porque a partida precisa ser realizada a mais de 50 quilômetros de distância de Venâncio Aires. O jogo será no sábado, dia 14, às 15h. A partida terá transmissão do Olé Futebol Clube na Terra FM.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Podcasts