Com o avanço da estiagem, Venâncio Aires decreta racionamento de água

A partir da estiagem prolongada, Venâncio Aires decreta uso racional da água. O documento que prevê o racionamento de água, segundo o prefeito Jarbas da Rosa, proíbe, entre outras questões, o uso da de água da rede pública para irrigação de gramados, hortas, jardins e floreiras. Lavagem de calçadas e telhados de prédios comerciais, industriais ou residenciais também está vedada.

Venâncio Aires já estava em situação de emergência, desde dezembro, por conta da estiagem, mas agora o problema se agrava na questão do abastecimento de água. O Arroio Castelhano está no nível mais baixo dos últimos seis anos. Com isso até mesmo captação de água no arroio, por parte da Corsan, está prejudicada.

Pelo queda brusca no volume d’água do arroio nos últimos dois dias, alguns bairros podem ficar prejudicados quanto ao fornecimento de água potável. O decreto prevê advertências e multas para quem descumprir as regras.

Acompanhe, abaixo, a entrevista completa com o prefeito Jarbas da Rosa:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Podcasts